• Rafaela Pero

Os benefícios do trade marketing para empresas B2B

O trade marketing é o elo de ligação entre o B2B e o B2C, que traz inúmeros benefícios em ambas as frentes.

Embora o foco esteja sempre na experiência do shopper, as decisões são tomadas entre indústria e distribuidores/varejistas.

Logo, o trade procura o melhor acordo possível com os canais de venda.

Para entender melhor, confira as vantagens dessa parceria.

Aumento das vendas

Esse é o benefício mais evidente, que atende às expectativas de fabricantes e distribuidores.

Desde a organização do layout de gôndola até as ações de experimentação, as estratégias do trade influenciam fortemente a decisão de compra e impulsionam o giro dos produtos.

Afinal, não basta simplesmente fabricar um item e colocá-lo à venda nas prateleiras de um hipermercado.

Por melhor que seja a publicidade da marca, é no PDV que tudo acontece.

Por isso, o trabalho de trade é fundamental para alavancar as vendas e aumentar a rentabilidade do atacado e varejo.

Valor agregado ao PDV

Ao buscar as melhores técnicas para impulsionar as vendas, o trade marketing também agrega valor ao PDV.

Por exemplo, as chamadas exibitécnicas são uma forma de merchandising visual atrativa, que exibe os produtos de forma criativa para o shopper.

Com certeza, você já deve ter se deparado com uma exibição marcante nos corredores do supermercado, com luminosos, painéis e bonecos em tamanho real.

Esse tipo de ação valoriza o ponto de venda e cria um ambiente diferenciado para os compradores.

Apoio aos distribuidores

No mundo do trade marketing, existem os canais de venda diretos (varejo) e indiretos (atacadistas, atacarejos, brokers e distribuidores).

Esses intermediários também são diretamente beneficiados pela área, pois o gerenciamento e manutenção da distribuição é de responsabilidade do trade.

Logo, o amadurecimento das operações dos distribuidores é um objetivo em comum.

Como consequência, essas empresas saem ganhando em eficiência logística e controle operacional.

Inteligência de mercado no varejo

Muitas vezes, os varejistas não têm o controle adequado das vendas e comportamento de seus consumidores.

Por isso, o papel do trade é fundamental para agregar inteligência de mercado ao varejo.

Muito além de gerenciar promotores no PDV, as equipes de trade marketing atuam no backoffice para planejar, desenvolver e coordenar estratégias para cada PDV.

Para isso, mapeiam as necessidades dos consumidores, estudam seus hábitos e classificam as categorias mais importantes, além de acompanhar indicadores de desempenho.

Validação do planograma, gerenciamento por categorias, ticket médio e itens por venda são exemplos de métricas que devem ser monitoradas de perto.

Campanhas de incentivo

As campanhas de incentivo são criadas para motivar as equipes internas dos canais de vendas.

Para isso, o trade marketing oferece premiações e reconhecimentos pelo desempenho desses profissionais, que são fundamentais para o sucesso de suas estratégias.

Em um supermercado, por exemplo, o programa de incentivo pode incluir os promotores e funcionários estratégicos.

Assim, os profissionais são motivados a dar o seu melhor para atingir as metas e ganhar viagens, produtos, cartões de presente, troféus, etc.

Fontes: o mundo do marketing/neilpatel

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo